Os media a contarem com um ovo no cú da ... galinha (momento do SCP)


A fazer uma caminha a JJ à espera de um ovo no cú da ... galinha

A época do Sporting CP está bastante aquém do esperado com o afastamento de várias provas. Os jornais e rádios já começam a fazer apostas qual a hora de saída de Jorge Jeses (JJ) do Sporting. O "cerco" a JJ continua desde o primeiro minuto que decidiu trocar o SLB pelo SCP. Resta o campeonato ao Sporting mas, a avaliar pelos sucessivos erros de árbitros que se têm verificado, a tarefa é difícil.

Enquanto JJ estiver em Alvalade e Bruno de Carvalho na presidência, "forças negras" e a comunicação social ficarão sempre a torcer para que o SCP não ganhe nada. É que o caso dos vouchers parece ter feito (alguma) mossa e muitos não gostaram nada da sua divulgação.

Para além disso a auto-estima da equipa anda bastante em baixo. A caminha está a ser bem montada porque o objectivo é virar os adeptos contra JJ para que saia do SCP sem ganhar qualquer título e assim não consiga vingar-se da anterior equipa. Mas não se esqueçam que JJ já ganhou uma Supertaça contra o ... SLB.

Sucessivos erros de árbitros ajudam a afastar equipa da Taça da Liga e afundam a classificação no campeonato (dejavú de anos anteriores)

Reunião da CA FPF entre clubes e árbitros é de "gritos e apitos"



Após a última reunião do conselho de arbitragem da FPF, na sequência de erros grosseiros de árbitros que prejudicaram alguns clubes, saiu uma mão cheia de ... nada.

Observadores, Visionadores e Classificadores ou um complexo esquema de "gritos e apitos" que revela excesso de intervenientes na arbitragem com peso nos custos para a FPF. Exige mesmo muita "inteligência" tentar perceber como funciona este processo da arbitragem nacional.

Pontos curiosos após a reunião:

Porque há necessidade de se falar em comentadores e ex-árbitros?

"Uns organizam as competições, outros têm de treinar e de jogar, outros gerem os seus clubes, os árbitros arbitram, outros ainda aplicam a justiça desportiva. Cada qual cumpre as suas atribuições e funções. O Conselho de Arbitragem, a que presido, gere os árbitros e a arbitragem. E não permite magistérios de influência, de comentadores, de ex-árbitros, de alguém ou de alguma organização em particular, sobre a arbitragem e sobre este Conselho." É o que se lê no comunicado.

Feito histórico: a dívida colossal do SLB em 2015 era a segunda maior em todos os clubes europeus



Relatório da UEFA de 2015 mostra números crúos e duros acerca das dívidas dos clubes. E, para quem anda distraído a ver navios e empoeirado com propagandas, fica-se surpreso com a dívida colossal do SLB. Mas quem acompanha os números das contas isto não é nada de novo. O que é surpreendente é o enquadramento quando comparado com as dívidas de outros clubes. Este facto vai ficar, no FUTURO, intrinsecamente ligado à governação de Luís Filipe Vieira no clube encarnado.

Dívida colossal de 336 milhões de euros do SLB é superior às dívidas de ... Barcelona ou Real Madrid

Pois bem o SLB tem uma dívida de 336 milhões de euros. É a segunda maior na Europa, só suplantada pelo Manchester United. Segundo a UEFA, esta dívida "é 3,3 vezes superior às receitas geradas pelo clube da Luz, após um aumento anual de 3% nas dívidas do clube, e representa 130% do valor dos ativos das águias." SLB é maior que Barcelona ou Real Madrid, mas afinal parece que é só na questão da dívida.

1. Manchester United - €536m
2. Benfica - €336m
3. Inter - €306m
4. Valencia - €285m
5. QPR - €279m
6. AC Milan - €249m
7. CSKA Moscow - €224m
8. Galatasaray - €222m
9. Juventus - €209m
10. Roma - €208m

(fonte: independent)

Ah e não consta mais nenhum clube português no top 20 da UEFA. Quanto ao Sporting CP tem vindo a reduzir a dívida e o Clube aparece no top 10 daqueles que mais cresceram em termos de assistência e ocupa a 13ª posição na tabela de lucros líquidos obtidos.

Outro problema para o SLB: se este número de 336 milhões é preocupante convém referir que desde 2015 para cá o passivo do SLB não diminuiu. Pelo contrário em Setembro de 2016 o passivo consolidado da Benfica SAD aumentou seis por cento, para 455 milhões de euros.

A total falta de respeito dos media pelo SCP (e que já vem de longe)



Os "acossados" incomodados

Link1, Link2

Existem muitas pessoas nos media que ficam "acossados" quando alguém tenta retirar mérito às vitórias de determinado(s) clube(s). Certamente que o canal público que realizou esta montagem gosta de ouvir, incessantemente, que as classificações no futebol português são sempre fruto de mérito de uns e demérito de outros...E se afinal é tudo mérito porque existe a necessidade de se fazer este vídeo?

Bullying

A reunião da "associação corporativa dos adeptos de prendas e vouchers"



Nesta quarta feira reúne-se o Conselho de Arbitragem da FPF juntamente com (alguns?) clubes para discutir ideias depois de escândalos de arbitragens com erros grosseiros de juízes que lesaram alguns clubes. Será de esperar que quem errou não seja castigado ou alvo de sanções, e quem criticou seja ainda mais "pisado".

Salvaguardar direitos de juízes e esquecer os direitos de clubes e adeptos lesados?

A violência e ameaças físicas a árbitros são sempre censuráveis. Criar meios para salvaguardar a integridade física dos juízes é importante. Mas tão importante como isso é criar meios que penalizem a classificação de juízes que cometam erros grosseiros e daqueles que dão notas brilhantes a esses mesmos erros com influência directa na pontuação.

Inexperiência não é argumento para todos os erros

Os árbitros ou têm qualidade ou não a têm, independentemente da experiência adquirida. A inexperiência não serve de argumento para justificar todo e qualquer erro.


Não há problemas na arbitragem, não houve nem nunca haverá, é o que muitos querem continuar a ouvir



Numa altura em que a arbitragem nacional está debaixo de fogo depois de exibições medíocres de juízes que comprometeram algumas equipas em vários jogos, é curioso ler o que escrevem alguns opinadores da "selva" da bola, que se sentem meio "acossados" no seu orgulho, afinal parece que estão a procurar tirar mérito a algum clube. No Expresso encontra-se a frase mais divertida que diz: "os árbitros profissionais não são corruptos porque são pagos para trabalhar". Ou seja só pode ser corrompido quem não tem patrão?

Não há clubes lesados com erros de árbitros?

Não há problemas na arbitragem, não houve nem nunca haverá, afinal é o que a Comissão de Arbitragem da FPF e muitos outros querem continuar a ouvir. A áurea de ingenuidade tem de ser mantida no ar, custe o que custar. Porque afinal há outra teoria que diz que só ganha quem joga melhor não é? A bola ir ao poste e não entrar, ou bater no braço quando não devia são factores aleatórios que já não contam não é?

Corporativismo: árbitros que defendem-se uns aos outros?